Eng. Valmor Christmann vai coordenar a Comissão de Convênios do CREA-RS

1643.png

Comissão de Convênio elege coordenadores.

Créditos: Arquivo CREA-RS

Pela primeira vez neste ano, a Comissão de Convênios reuniu seus integrantes em uma reunião virtual. Na pauta, a eleição de coordenadores e ações para 2021.

O Eng. Agrônomo Valmor Christmann, também 2º vice-presidente do CREA-RS, vai coordenar o grupo de conselheiros composto pelo Eng. Civil Alberto Stochero, Eng. Seg. Trabalho Roselaine Cristina Mignoni, Eng. Eletricista Edgar Bortolini, Eng. Florestal Pedro Roberto de Azambuja Madruga (eleito adjunto), Eng. Mecânico Luiz Antônio Ratkiewicz, Eng. Química Gabriela Florindo Marques, Geólogo Leandro Leal de Leal e Eng. Mecânico Airton José Monteiro.

Além da eleição dos coordenadores, os conselheiros ressaltaram a importância da Comissão, que tem como objetivo analisar os processos de convênios entre o Conselho e as entidades de classe com registro.

Esta comissão permanente é o órgão deliberativo da estrutura de suporte que tem por finalidade auxiliar o plenário do CREA-RS no desenvolvimento de atividades contínuas, relacionadas a um tema específico de caráter legal, técnico ou administrativo.

Em sua primeira manifestação, o novo coordenador, Eng. Christmann, ressaltou que a sua experiência na Comissão de Tomada de Contas, no ano passado, pode contribuir nas avaliações e entendimento das análises de processos de convênios. “Há uma série de pendências de processos de chamamento público anteriores que necessita atenção para uma solução. Temos a responsabilidade na avaliação destes processos para evitar problemas para o Conselho como um todo”, apontou, exemplificando com as notas eletrônicas, que devem conter em seu descritivo os itens apontados nos projetos entregues.  

Para ele, as entidades precisam ficar atentas na prestação de contas, que deve seguir os projetos apresentados.

Revelou ainda, que a atual gestão solicitou o desenvolvimento do Portal das Entidades, que poderá ser autogerido pelas entidades com o objetivo de facilitar a entrega de documentação para fins de qualificação, tanto para renovação do terço, como para o chamamento público.

“Tudo é um aprendizado. Este portal será benéfico e está sendo desenvolvido para atender as entidades. Nele, por exemplo, os gestores poderão colocar os documentos, com um prazo necessário para atendimento às chamadas públicas”, explicou, lamentando que no último edital, das 21 entidades inscritas, apenas duas cumpriram os requisitos.

O Eng. Mecânico Luiz Antônio Ratkiewicz compartilhou da mesma opinião, quando alertou mais uma vez: “temos que ter atenção e cuidado na apreciação desta Comissão, pois estamos lidando com dinheiro público”, enfatizou.

O Eng. Edgar Bortolini sugeriu como modelo o portal do Crea-RJ, no qual a submissão de documentos é toda automática. "O próprio sistema aceita ou recusa. A prestação de contas de um treinamento, por exemplo, um recibo ou nota que não está adequada, o sistema recusa e avisa a entidade. Um portal assim vai trazer mais profissionalização às entidades”, finalizou.

 

© 2021 CREA-RS. Todos os direitos reservados.